O que você criou hoje?

13 comentários em “O que você criou hoje?”

  1. Rosangela Maria da Silva Pereira comentou:

    Boa noite. Gostaria de receber a relação de todos os livros da Zibia desde o começo até o último. Obrigada.

  2. Joélia comentou:

    Olá Zibia Gasparetto, por esses dias estou lendo seu livro “A Hora é Agora” e em alguns capitulos você descreve sintomas de mediunidade, de sensibilidade e em um de seus capitulos você deixa a disposição se desejarmos escrever contando nossas experiências. Desde muito nova sempre sonhei caíndo, e até os meus 24 anos ou 25 anos deitada na cama costumava deitar e feichar os olhos e de repente eu me sentia lá em cima, voando e olhando para mim, dos meus 16 a 17 anos passei a ter a sensação de medo terrível quando estou entre as pessoas, eram constantes a sensação de tristeza, medo, achar que estava com mau-cheiro, sensasções de tonturas e arrepios, ansias de vômitos, peso na cabeça entre outras. Com o passar do tempo, por ler muito, comecei a pensar que era síndrome do pânico ou depressão, mas sempre resistir procurar especialistas como psiquiatras e psicologos, concluir a faculdade com muita dificuldade, pois estar entre as pessoas sempre foi um sofrimento para mim. Desde nova busquei frequentar algumas religiões como Batista e Testemunhas de Jeová, mas nunca me senti encaixada em religião alguma. Depois que meu pai faleceu, sonhava muito com ele conversando comigo, ouvia os passos dele indo ao meu quarto quando ia dormir(como ele fazia quando era vivo), e os meus sonhos com meu pai era muito real, e passei a me interessar por leituras espiritas, pois, antes tinha muito preconceito, na verdade até hoje existe em mim uma certa resistência de procurar um centro espirita, talvez por medo do que possa acontecer, isso porque algumas pessoas do nada, até pessoas que nem conheço, chegavam para mim do nada e dizia que eu tinha mediunidade. Logo, sempre busquei evitar esse caminho, preferi buscar ajuda psiquiatra e com psicologos, com o tempo tais sintomas passaram a ficar mais graves, ao ponto de ter a sensação de ouvir ecos ou vozes, mas preferir acreditar que era da depressão e da fobia e comecei a tomar medicações, o que me ajuda a conter essas coisas, porém não gosto de me manter tomando medicações, pois ja foi constatado pelo psiquiatra q não tenho problema mental. Já passei por experiências estranhas, como por exemplo: “quando fazia faculdade, eu e mais dois colegas formos morar em uma casa, a casa em nova recem construída para um casal, mas comecei a ter insônia na casa e sentir mau-cheiro, noites atrás de noites tinha pesadelos com um homem negro assoprando meu ouvido e me falando ” acorda, acorda” e eu acordava desesperada e coração palpitando, com respiração ofegante, passei a ter medo de dormir na casa, contei para uma amiga que morava comigo e pedi para mudarmos da casa. Um certo dia a dona da casa foi fazer um conserto na pia, e comecei perguntar se morava gente antes lá, ela disse que não e que a casa foi recen construída para ela e o noivo que tinha falecido antes do casamento, pedi a ela para descrever como era o noivo e ela descreveu uma pessoa que aparecia nos meus sonhos, não disse nada a ela e procurei sair da casa o mais rápido possível. ” Outra experiência que posso associar a essa, foi sonhar que estava visitando um ex namorado na prisão, e mais ou menos uma semana depois meu primo foi preso.” Entre outras experiências, essa para mim foi muito marcante ” meu pai ja tinha três anos de falecido, tive minha segunda filha no mesmo hospital que ele faleceu, e no momento as enfermeiras e médicos me deixaram lá sozinha na hora do parto, eu gritava que já coroou e que ia nascer, mas fui ignorada, logo comecei a orar o Pai Nosso e pensava constantemente no meu pai, e de olhos fechados orando vi meu pai com mais duas pessoas, eles estavam de branco, reconheci meu pai ligeiramente mais as outras duas pessoas que estavam com ele não conseguia defenir os rostos, ao que minha filha nasceu e segurei ela com as pernas rapidamente para não cair no chão, depois as enfermeiras e os médicos apareceram, mas isso não sai da minha cabeça, tive a certeza que meu pai estava ali em meu auxilio.”E ainda passei pela horrível experiência de catalapsia do sono, do tipo que meu corpo estava todo paralisado e eu chorava, meu esposo e filha presenciaram, demorou para meu corpo volta a ter movimentos, e eu chorava muito, pois até hoje não compreendo o que aconteceu. Será espiritos obsessores?? Passei a ler publicações espirítas e alguns livros de Alan Cardec, fazem sentido para mim, mas ainda tenho medo de me envolver com o espiritismo de forma mais séria e penso as vezes que espiritos obsessores estão próximos. Não sei porque esse medo, e sei que esse medo vem estagnando a minha vida a muito tempo, estou em busca de modificar meus pensamentos e adquirir conhecimento, descobrir minha missão aqui na terra, sei que muita coisa que acontece conosco depende das nossas escolhas e a vida tem me provado isso o tempo todo. Hoje, percebo que nascer em um lar desestruturado foi uma missão importante, me estruturar como pessoa dentro do contexto familiar que enfrentei me diz muito. Por outro lado, as vezes acho que posso estar ficando louca, que depressão ou sindrome do pânico e fobia social. Antes entrava em desespero, agora estou em busca de me conhecer. As vezes tendo a me afastar das pessoas, por que me sensibilizo muito e sei que as energias delas me influenciam, pois tenho muita facilidade de do nada pessoas começarem a contar seus problemas para mim e isso passou a me incomodar, então para mim o caminho mais fácil é me afastar, por não ter como ajudar, então as vezes passo até 15 ou 20 dias sem sair de casa, estou num momento de aureflexão e autoconhecimento, mas o medo da loucura ainda está em mim. Aprendi a orar pelas pessoas, não sei se de modo correto, mas em mim tem um efeito bom. Quero aqui também agradecer pelas suas palavras e sabedoria, que Deus lhe abençoe sempre! Gostaria de ter um retorno se for possível. Acho que preciso ouvir alguma coisa a respeito, pois o que escrevi aqui não divido com as pessoas da minha família. Agradeço desde Já.

  3. Joarez Goncalves de oliveira comentou:

    Sempre recebo uma voz e me alerta de perigos e no maximo dois ou trés dias acontece algo , igual recebo através sonhos , as vezes isso me assusta , mas sempre me livra mal , agora faz mais de um ano que náo recebo nenhuma mensagem !!! Estou me sentindo algo ruim , mas náo consigo esplicar o que pode acontecer !!! Pode me ajudar !!

  4. sidineuza Oliveira Cirqueira comentou:

    Zibia aconteceu um fato muito interessante em minha vida há 14 anos atrás, estava grávida de quase nove meses, fiz uma utrassom e o médico me confirmou que meu bebê era mulher. Até então fiquei muito feliz,só que nessa mesma época meu pai tava internado em estado grave e veio a falecer. Então passado uns quinze dias desde de o seu falecimento,meu irmão mais novo teve um sonho com ele dizendo que, dali a três dias eu iria ter o bebê e não era mulher e sim homem, e que, eu não me preocupasse que ele estaria do meia lado.E realmente foi exatamente o que aconteceu,então eu gostaria se possível, que você me responder se é possível uma pessoa falecido ha tao pouco tempo poder vir passar essa mensagem e mais ainda se pode haver uma reencarnação em tão pouco tempo?

  5. Adalberto Toledoadalberto comentou:

    Há muito tempo venho acompanhado suas inspiradoras palavras, seja através dos seus livros, ou recados na mídia

    Tem me feito muito bem

  6. eloisa espinosa comentou:

    Zibia adorei sua mensagem e me identifico muito com seu modo de pensar pois eu tambem escrevo mensagens e faço pequenos livros para vender. Espero poder um dia conhecer mais o seu trabalho e quem sabe poder compartilhar com voce, pois seria uma honra para mim, acompanho seu trabalho a muito tempo so não tive oportunidade de poder adquirir algum mas vou tentar. Que Deus continue dando a voce muita luz para iluminar nossos caminhos aqui na terra, e que um dia possamos nos conhecer pessoalmente. Um abraço de uma simples fã de muito tempo…
    Eloisa Espinosa

  7. Sônia ribeiro dos santos comentou:

    Amo todas as suas obras leio sempre e tenho várias que me ajudam no dia a dia. Sou eternamente grata a deus por ter conhecido o espiritismo!

  8. ÉRIKA comentou:

    BOA TARDE!

    ADORO LER SEUS LIVROS. ESTÁ CONSEGUINDO ABRIR MINHA MENTE. POIS TENHO MUITO MEDO DA MORTE. NÃO ACEITO A MORTE.

  9. ana paula coelho comentou:

    Zibia foi muito bom descobrir vc. Me fez o bem danado estou sempre aprendendo.

  10. Cida de paula comentou:

    Quando pensei que tudo em minha vida não tinha mais sentido, conheci você, Zibia. Minha maior psicóloga através de seus livros sou hoje uma mulher feliz obrigada. Deus lhe abençoe e te de muita saúde.

  11. nezia cheles martins comentou:

    Obrigada os textos sempre chegam na hora certa. Muita luz para vcs sempre. Abçs fraternos!

  12. AlessabdraSouzade Assis comentou:

    Como é gratificante saber que temos sempre um ser de luz, nos motivando, principalmente quando a vida nos parece tão ruim. Desculpe, hoje o que fiz foi achar em meio tantas descrições este lindo comentário. Obrigada Zibia.

  13. Tereza Bonfim comentou:

    No corre corre do dia a dia não damos conta que somos capazes de criar coisas maravilhosas, seja o que for. Mas graças a Deus e aos espíritos de luz temos pessoas como a Zíbia para nos lembrarmos disso, com maravilhosas, doces e sábias palavras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *